Escolha uma Página

A troca de óleo a cada 5 ou 10 mil km faz parte da manutenção preventiva de todo veículo, afinal, o lubrificante é o responsável em envolver cada peça metálica dentro do motor evitando atritos. Já o óleo retirado dos veículos em postos ou centros automotivos são acumulados em barris próprios e transportados para o reaproveitamento em refinarias, mas, segundo a Agência Nacional do Petróleo, o índice não atinge nem 30%.

Os problemas gerados são enormes, como a agressão ao meio ambiente, visto que apenas 1 (hum) litro de óleo lubrificante pode contaminar 1 milhão de litros de água, além de inutilizar o solo, assim, como as consequências na saúde com descarte indevido de óleos lubrificantes podem gerar doenças incuráveis.

E pensar que tantos problemas poderiam ser evitados simplesmente com a conscientização da importância em reciclar o óleo lubrificante, sem falar das vantagens econômicas das cidades que não teriam que gastar milhões para recuperar a natureza.

E não é apenas o descarte dos óleos lubrificantes que trazem consequências, pelo fato de ser produzido a partir do petróleo, o óleo mesmo novo, já é tóxico, e como o produto recebe vários tipos de aditivos, potencializa ainda mais, os efeitos contaminantes, por isso, é tão importante a manipulação do produto de maneira correta.

A contaminação do solo pode acontecer não apenas com descartes indevidos como o despejo na terra, ou direto em esgotos, visto que o perigo começa na embalagem do produto, pois, uma simples gota de óleo novo pode ocasionar uma contaminação, principalmente para o frentista que manuseia o produto, e se for usado, o risco é maior devido a deterioração e contaminação com partes metálicas, entre outros!

O CONAMA, Conselho Nacional do Meio Ambiente, alerta que as substâncias encontradas nos óleos lubrificantes usados, podem trazer riscos sérios a saúde, as vezes com problemas irreversíveis, por isso, o descarte e o manuseio correto são extremamente importantes.

O óleo lubrificante usado, gera compostos perigosos para a saúde e para o meio ambiente, tais como dioxinas, ácidos orgânicos, cetonas e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, além de conter elementos tóxicos, como cromo, cádmio, chumbo e arsênio, oriundos da fórmula original ou absorvidos do próprio motor do equipamento.

Confira abaixo, algumas das doenças geradas pelas substancia químicas que ha nos óleos lubrificantes:

  • Chumbo

Intoxicação, vômitos, diarreias, dores abdominais, danos no sistema nervoso, câncer nos rins e sistema linfático. Acumula principalmente nos ossos;

  • Cádmio

Dores musculares, danos no fígado e nos rins, irritabilidade, debilitação dos ossos e câncer nos pulmões e traqueia. Acumula principalmente nos ossos, rins e fígado;

  • Arsênio

Alteração na pressão sanguínea, nefrite crônica, cirrose hepática, câncer na pele, pulmões e fígado;

  • Cromo Hexavalente, CrVl

Diferente do cromo trivalente (CrIII) essencial na potencialização da insulina. Pode causar no organismo dor abdominal, dermatite, crescimento do fígado e câncer nos pulmões, fígado e pele;

  • Dioxinas

Câncer no sistema respiratório, vômitos, dor e fraqueza nos músculos, problemas de pressão e distúrbios cardíacos;

  • Hidrocarbonetos Policíclicos (Polinucleares) Aromáticos;

São cancerígenos, afetam os pulmões, o sistema reprodutor e podem causar deformações em feto – teratogênico;

Vale frisar que a maioria dos contaminantes são bioacumulativos, ou seja, permanecem no organismo durante muito tempo, por isso, caso sinta algum desconforto, procure um médico!

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Contato Segurança *

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual ou certificado de garantia.

Publicações Recentes

Elevador Hidráulico de 4200 KG

Elevador hidráulico como o nome já diz, é um equipamento que funciona através de um sistema de elevação de automóveis encontrado em Autos Centers, oficinas mecânicas, e …

ler mais

Por que as Vistorias Veiculares precisam da ISO 9001?

Vistorias veiculares é uma atividade regulamentada pela Resolução Contran 446/2013, a qual preconiza que veículos automotores passem por vistoria automotiva completa no ato da transferência da propriedade do veículo com o objetivo de prevenir fraudes. Tanto a...

ler mais